Últimas postagens

Treino no Fim de Semana – #ProjetoAnaGostosa

Aí no domingo, você acorda ao meio dia e pensa “o que vou fazer de bom hoje?”.

Muitos decidem passar o dia de pijama, sem fazer muita coisa, tendo como o máximo de emoção as cassetadas do Faustão (ih rimou…). Eu não, decidi ir pra Cia Athletica! E dessa vez eu queria me superar! Decidi correr, não sabia quanto tempo, não sabia a distância, só sabia que queria correr, meio que numa vibe Forrest Gump.

Para a minha surpresa, consegui correr 10km, DEZ! KILOMETROS! Nem acreditei nisso, terminei com uma sensação de prazer e conquista absurta. É incrível como a gente se sente bem quando supera algum limite. Eu jamais pensei que conseguiria correr 100 metros, quem diria 10km.

Voltei pra casa, tomei um super banho e curti o restinho de domingo. Que com certeza eu aproveitei muito bem! No fim de semana, a academia está praticamente vazia, sou só eu, os meus pensamentos e limites, que vão se desfazendo um a um.

Comentários

Música Legal do Dia: Midnight in Harlem – Tedeschi Trucks

Derek Trucks casou-se com Susan Tedeschi e com ela formou, em 2010, está que é considerada por muitos como a melhor banda de southern rock do século – uma união das bandas “The Derek Trucks Band” e “Susan Tedeschi Band”.

Onze pessoas super talentosas tocando em uma big band com um som “de raiz”, sem processadores e sintetizadores, apenas músicos tocando seus instrumentos – e muito! Ambos foram indicados para o Grammy de 2009 na categoria de melhor disco de blues contemporâneo. Ela com Back to the River e ele – que aliás, venceu – com Already Free.

O primeiro disco do grupo, Revelator, mostra o talento do casal como compositores, performers e produtores, algo que já estava mais que evidente para quem conhecia as carreiras individuais de ambos, aclamado pela crítica como um verdadeiro tratado onde o blues divide espaço com o soul, o gospel, o rithm and blues e muito talento.

E aí? Curtiram?

Comentários

Pela primeira vez na vida, senti medo

Pra quem não me conhece, me chamo Ana Maria, tenho 24 anos e sou do interior do RS. Me mudei há pouco para a cidade grande e uma das coisas que mais tenho orgulho de mim, é ser uma pessoa determinada e corajosa. Poucas vezes senti medo na vida. Em situações de perigo sempre tomei frente e encarei tudo o que poderia acontecer com coragem e peito aberto.

Mas hoje eu senti medo e um medo muito real.

> Leia mais

Comentários