Últimas postagens

Música Legal do Dia – Take Five

Música é um negócio foda, não adianta. Cada melodia traz uma emoção diferente, nos causa um impacto específico e acaba nos marcando de alguma forma. Raramente falo sobre o meu pai no blog ou no vlog, porque infelizmente nos afastamos há alguns anos e não temos mais contato direto, porém uma das coisas que mais me orgulho da minha relação com ele na infância, foi ter aprendido a ouvir música boa.

Música boa de verdade.

Quando criança eu ouvia Jazz por influência dele e não fazia a mínima ideia do que se tratava, achava confuso, estranho e meio que me recusava a aceitar aquilo como bom, mas como ouvia todos os dias, acabei me acostumando com o som e com o feeling que aquilo me passava. Me tornei uma amante do estilo e carrego ele para sempre comigo.

Minha música preferida? Take Five

Take Five é uma composição de jazz escrita por Paul Desmond e apresentada pelo The Dave Brubeck Quartet no álbum Time Out, de 1959. Gravada no 30th Street Studios em Nova Iorque em 25 de junho, 1 de julho e 18 de agosto do mesmo ano, a obra é uma das gravações mais famosas do grupo, notória por sua melodia distinta, pelo solo de bateria de Joe Morello e pelo uso inusitado do compasso 5/4, de onde se origina o nome da composição. Embora não tivesse sido a primeira composição de jazz a usar essa métrica, foi a primeira nos Estados Unidos a atingir relevância no grande público, chegando à quinta posição na parada da Billboard.

Então curte aí a versão do George Benson que, na minha humilde opinião, é uma das melhores.

Comentários

O Graffiti em um nível que você nunca viu!


O graffiti já deixou de ser visto como vandalismo ou pichação há tempos, hoje em dia é considerado arte urbana. Isso é lindo! Afinal é um tipo de arte complicado e que merece toda a atenção que está tendo, sempre achei bonito e sempre achei legal, mas confesso que depois que vi este vídeo eu realmente fiquei impressionada com o nível que os caras conseguem chegar. Este é o iNO, que em parceria com o DesignWars produziu este vídeo maravilhoso, que por si só também já é uma obra prima.

Comentários

Tá afim de um BlowJob?

Odeio explicar piadas ou trocadilhos, mas como esse é em inglês e eu sei que nem todo mundo fala esta língua (deviam… se quiserem continuar acessando o Tá e Daí?!), eu vou ser muito querida e falar para vocês do que se trata.

Blow: soprar, ventar, vento, ventania blablabla
Job: trabalho, emprego, tarfa e blablabla
Blow+Job = Trabalho de vento?! NÃÃÃÃÃOOOOOOOOO
Blowjob = sexo oral, boquete, chupadinha, bolagato, mamada, chupeta, escovar os dentes, fazer um suco de laranja, tirar leitinho blábláblá…

AINNN ANA! QUE HORROR!! PARE DE SE VULGARIZAR! ACHEI QUE SEU BLOG FOSSE DE BOM NÍVEL!
Ok, cale a sua boca e continue lendo o post!

O fotógrafo lituano Tadas Cerniauskas convidou alguns dos visitantes do Tado Cern Estúdio para um ensaio especial. A ideia era fotografar a galera com um jato de vento no rosto. Sabe aquelas máquinas que usam para limpar as folhas da calçada? Mais ou menos por aí… O que ele mais curtiu foi o engajamento dos seus convidados, que adoraram a proposta e não se importaram com o fato de que sairíam com caretas terríveis nas fotos. Por isso blowjob… entendeu o trocadilho? ahn ahn? Não entendeu?! Aff… desisto.
Eu ADOREI o resultado, e você?

> Leia mais

Comentários