Pop & Nerd

Whole 30 – O dia que me apaixonei por um livro

Há mais ou menos uns 6 meses um livro foi entregue pela editora Sextante na minha casa. Se tratava do Whole 30, um livro com um programa alimentar para emagrecer e ter mais saúde com comida de verdade. Não dei muita importância no momento, segui minha vida e o livro foi parar na estante.

img_8399

Com a virada do ano e a descoberta de um novo amor na minha vida (o Crossfit) achei que seria um bom momento para uma nova reeducação alimentar, pois o Crossfit é uma atividade que exige alto rendimento e nos últimos anos me vi refém do pão e de carboidratos, mesmo que complexos, novamente. Eu decidi que me desafiaria a uma desintoxicação de 15 dias dos pães, carboidratos e grãos, foi então que o Whole30 ficou me olhando lá da estante.

“Será que esse livro pode me ajudar? Vou dar uma lida, vai que né…”

Resolvi lê-lo e foi amor à primeira virada de página.

abrindo-whole30

Eu percebi que estava certa em querer uma desintoxicação, porém 15 dias não seriam o suficiente. Lendo o livro fui convencida que precisava de 30 dias livre de carboidratos, cereais, leguminosas e principalmente açúcar. Decidi me comprometer.

Vou fazer o Whole 30. Serão 30 dias de foco total e desintoxicação.

O livro é tão completo que tem um monte de receitas deliciosas para tornar essa jornada mais gostosa e tem várias páginas de perguntas e respostas para poder me ajudar a seguir em frente.

img_8413

Adorei a linguagem do livro e a forma rígida e direta que ele trata quem se propõe a começar o programa, você se sente desafiado e tem vontade de concluir.

“VOU MOSTRAR PRA ESSE LIVRO QUEM É QUE É FODÃO AQUI! ELE VAI VER!!!”

Hoje estou no dia 2 e por enquanto a empolgação reina aqui, todos os dias no fim do dia virei escrever o que comi e como estou me sentindo com esse desafio, quem vem comigo?

giphy
Comentários

Kóblic – Vi e não gostei

Fui ao cinema super empolgada, pois ia assistir um filme argentino e com o Ricardo Darín (ator que eu curto muito), mas confesso que fiquei beeeeeem decepcionada. A fotografia é bem bonita e a montagem do filme em si é boa, mas o roteiro é fraquíssimo DEMAIS TIPO MUITO e cheio de clichês. A sinopse do filme é a seguinte: Argentina, período da ditadura militar da década de 70. Kóblic (Darín), um ex-capitão das Forças Armadas é responsável por coordenar as operações aéreas conhecidas como os “voos da morte”, onde elementos considerados subversivos eram arremessados de dentro dos aviões diretamente ao encontro do mar.

Novamente, montagem legal, fotografia bonita, produção boa, mas roteiro fraco demais, trama fraca demais e desfecho previsível. Além disso, só há UMA (01) mulher no elenco e ela serve apenas para cumprir o estereótipo de: frágil, submissa, sofredora, novinha que pega o velho e moça que espera o seu herói para salvá-la.

Não curti. Mesmo. Enfim, o trailer é esse aí:

Vai que você acha legal… (Spoiler: não é legal)

 

raw

Comentários

PITCH – O que dizer sobre essa série que nem vi, mas já amei?

Eis que estou de boas na minha casa e vejo um compartilhamento da Gi Souza com uma marcação em meu nome. UÉ? Por que a Gi acha que vou gostar desse vídeo? Bora conferir. Click. Play.

Basicamente PITCH é a nova série da FOX em que a protagonista é uma mulher negra que vai buscar a sua glória no esporte no meio de um time masculino. SIM! Fiquei encantada com a ideia e já estou louca pra assistir tudo! Só precisava compartilhar o trailer com vocês mesmo.

giphy

YOU GO GIRL!!!

 

Comentários

Essa não é uma animação para crianças

Eu fui assistir A Festa da Salsicha e preciso dizer que: definitivamente não é uma animação para crianças nem pra levar a mãe. É pra desligar o cérebro e assistir.

salsicha-balada

 

Segue minha crítica sobre o filme:

HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHPUTAQUEPARIUHAHAHA
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHROLAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHA
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHBUCETAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHSEXOHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHPUTARIAHAHAH
AHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHMACONHAHAHAHAHAHAHHAHAH
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHCOMIDAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
AHAHAHAHAHAHAHAHSEXOHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
HAHAHAHAHCARALHOHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHPORRAHA
HAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHSEXOOOOOHAHAHAHAHAHH
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHPUTARIAAAAAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAH
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHCRÍTICASOCIALHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
HAHAHAHAHPALAVRÃOHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

 

Vale a pena ver, segue o trailer:

 

 

Comentários

Você acredita em sereias?

Você já deve ter se perguntado se alguma criatura mítica ou fantástica existe de fato ou se essas figuras são fruto da imaginação de algum louco ou artista.

As sereias são seres descritos minuciosamente em relatos, livros e filmes, mas será que elas existem ou existiram em um passado remoto?

Uma das teorias é a Hipótese do Macaco Aquático: ancestrais mais ou menos próximos dos humanos teriam adotado, durante um certo período, um estilo de vida semiaquático na costa africana, seja pela necessidade de buscar alimento na água ou de defender-se de predadores.tumblr_ns4d2s0Mpo1tg0qpoo4_500

De qualquer modo, esse fato pode ter influenciado sua evolução, gerando uma subespécie anfíbia, enquanto outros hominídeos mantiveram uma existência puramente terrestre.

> Leia mais

Comentários

Resenha: Por Lugares Incríveis – Jennifer Niven

2 (1280x853) 1 (1280x853)  E aí, tudo bem? Depois de um tempo sem aparecer, cá estou – eu sempre volto, viu? Recentemente li Por Lugares Incríveis e de tão incrível(quanta criatividade) decidi que esse livro merece ser compartilhado várias e várias vezes. Minha indicação pra vocês hoje é essa e confiem em mim, porque é lindo demais!

Por Lugares Incríveis conta a história de dois adolescentes, Finch e Violet. Violet Markey é aquele esteriótipo de garota perfeita, popular, que tem uma família perfeita e além de tudo é linda. Até que sua irmã morre em um acidente e sua vida passa a ser bem diferente. Já Finch sempre foi considerado a “aberração” na escola, um garoto com uma série de problemas um tanto quanto misteriosos e alguns sumiços repentinos, além de uma família totalmente desestruturada. Até que um dia o destino junta esses dois na Torre do Sino na escola, onde eles pretendiam pular e bom, se matar. Entretanto acabam salvando um ao outro. A partir daí e de um trabalho de geografia, os dois partem em suas andanças – como bem diz Finch.

Lançado pelo selo Seguinte da Companhia das Letras no ano passado, Por Lugares Incríveis tem recebido comentários ótimos por aí e não é pra menos. Já deixo dito aqui: é lindo! Eu sei, eu sei, pode soar meio clichê. Tem um garoto, uma garota daí todo mundo sabe o que acontece. E é claro que é clichê em vários momentos, mas hoje em dia, pouca coisa não é. A questão é que a essência do livro é incrível. Lida com assuntos muito delicados de uma forma simples, além do luto, o amor, a superação e transtornos psicológicos também são mencionados. É claro que você chega ao final da leitura em meio a um turbilhão de emoções. Esse é um daqueles livros que dá vontade de sair marcando tudo – se não fosse considerado um pecado riscar livros haha. Tem cada frase, e por trás dos detalhes sempre se encontra algo muito maior. Apesar de ter INFINITAS diferenças, o livro pra mim foi uma mistura de Cidades de Papel e Quem é você, Alasca?  do John Green. Não por ser parecido, mas pela essência dele mesmo e pelas coisas que ele passa. Contando que Quem é você, Alasca? é um dos meus preferidos, é claro que Por Lugares Incríveis foi um maravilhoso acréscimo às minhas leituras.

4 (1280x853)

Além disso, o livro é narrado tanto por Violet quanto por Finch, que alternam os capítulos. Falando no Finch, ele é um personagem bem complexo, singular. Nem preciso dizer que em poucas páginas ele se tornou um dos meus favoritos. Sem falar nessa capa, que é linda! Falando bem a verdade, o livro é todo lindo! Depois de ler fui procurar um pouco mais sobre a autora, e esse foi o primeiro livro destinado à jovens de Jennifer Niven – ela tá mais do que de parabéns, viu? E tem mais: a adaptação cinematográfica está confirmada!

Definitivamente, um livro essencial. Sucinto, emocionante e bem escrito, Por Lugares Incríveis merece várias estrelinhas. Quem já leu ou quer ler, não esquece de dar uma passadinha aí nos comentários. Até breve =)

Ah, esse post também foi para o meu blog, então clica aqui e acessa lá!

Retirado do livro: “Você me faz te amar. E essa deve ser a maior coisa que meu coração já foi digno de fazer.” (pág. 315)

3 (1280x853)
Comentários