Opinião

Sou gorda, e agora? 2 – O Retorno

Eu tenho uma notícia pra dar pra vocês, eu sou gorda. Não sei se vocês lembram, ou se não sabem, mas essa é a verdade. Eu sou. E agora venho aqui, com imensa alegria escrever a segunda parte de um post que bombou muito aqui no Tá e Daí?!

Se você não leu o post é só clicar na foto dessa gor….gostosa aí embaixo e ficar por dentro do assunto.

Sempre fui viciada em esportes e atividades físicas, porém ao mesmo tempo sempre fui gordinha. A época da adolescência foi muito difícil, eu era sempre comparada às meninas magrelas, que literalmente vomitavam pra se manter daquela forma. E eu me perguntava qual a moral daquilo? Sofrer daquela forma pra ser magra? Não via vantagem e continuei a viver a minha vida. O tempo passou, a época do colégio passou e agora já não sofro tanto com isso, aprendi a passar por cima dos comentários negativos e encará-los com bom humor.

Depois de começar a fazer vídeos comecei a receber inúmeras mensagens como esta da Laura:

“Faz MUITO tempo q eu fico pensando como falar o quanto vc é foda pra mim! eu sei q c nem pergunto e nem tem nada com isso maas…tipo..eu sempre fui a gorda da familia…e pra completar aos 9 anos eu sofri um acidente ganhei uma cicatriz ! ai virei a gorda e ‘marcada’ da familia…hj tenho 19 anos passei por MUUUITA coisa..enfrentei mt preconceito,mas nunca realmente acreditei q daria pra ser feliz sendo gorda e ‘marcada’….tentei de tudo q vc pode imaginar pra me sentir melhor e nunca nada adiantou…ate o dia q eu passei a ver teus videos…e fui aprendendo com vc,…melhor q qualquer terapeuta HAHAHAHA’ vcê não tem ideia o quanto me ajudou..e certeza q MUITAS outra pessoas poe ae! parabens pelo melhor vlog q eu ja vi.SERIO! vcê é muito FODA! parabens..e obrigada”

Sem perceber muito o que estava acontecendo, me vi levantando a causa Chubby Power! Ou seja, fazer com que gordinhas se sentissem bem em relação a elas mesmas, tivessem mais auto estima e através disso terem mais confiança e serem mais felizes em relação ao seu corpo.

É importante lembrar que NUNCA, NUNCA, NUNCA defendi o sedentarismo ou a má alimentação. Sempre falo sobre a importância da atividade física e da alimentação equilibrada. Inclusive, se quiser saber mais sobre o meu trabalho é só clicar aí embaixo.

Voltando ao assunto…

Fui convidada pelo fotógrafo Thiago Marzano para fazer algumas fotos e mostrar que as gordinhas podem se sentir bonitas, ter coragem pra fotografar e que não precisam esconder o corpo para se sentirem confortáveis. Confesso que foi difícil aceitar, porque até agora o Thiago só tinha fotografado gostosas e musas da internet, demorei para me sentir ok com o assunto, mas depois de conversar com muita gente decidi que era importante fazer as fotos, não só por mim, mas por todas essas meninas que têm medo de se assumirem como realmente são. Tá aí o resultado!

Se você quiser conferir todas as fotos é só clicar aqui.

Não sei o que vocês acharam do resultado das fotos, mas eu adorei a experiência toda e indico para todo mundo, homem/mulher, gordo/magro, alto/baixo, branco/negro/amarelo. Acho que todas as pessoas merecem algo assim de vez em quando.

E para as meninas gordinhas, vou colocar aqui uns links de tumblrs legais para vocês acompanharem e verem que podem se sentir gostosas, mesmo não seguindo o padrão de beleza imposto pelos desfiles de moda.

Gostosa

Gorda ou Gostosa

Curve Appeal

Only Cute Chubby Girls (NSFW – Traduzindo: TEM MULEH PELADA!!!)

TÁ FALADO!

Por

Ana De Cesaro

em 30 de maio de 2011

Comentários